Construção de luva robotizada para recuperação de movimento de mãos e punhos

  1. Página inicial
  2. Áreas
  3. Engenharias
  4. Construção de luva robotizada para recuperação...
Imagem 3 - Marcos Pinotti

Luva robotizada em teste segurando papel

Autor(es): Marcos Pinotti Barbosa

Resumo: O professor do departamento de Engenharia Mecânica Marcos Pinotti Barbosa, pós doutorando em Engenharia Biomédica trabalha com os seguintes temas: anemômetro laser doppler, circulação extracorpórea, hemólise mecânica, mecânica dos fluidos, refractive index matching e turbulência. Coordena no laboratório de Engenharia Biomédica um projeto que visa à construção de uma luva robotizada.

Saiba mais:

Existem vários aparelhos que auxiliam funções prejudicadas do corpo humano. Na terapia, esses aparelhos são conhecidos como órteses e próteses. A palavra prótese se refere aos aparelhos que substituem um membro perdido ou parte dele. Dedos, mãos, pés, pernas e braços já podem ser substituídos por próteses como as chamadas Modulares High Tech, que permitem ao usuário o livre exercício de movimentos. Já a órtese se refere aos aparelhos/dispositivos que previnem ou corrigem deformidades, ou ainda melhoram a função das partes móveis do corpo. Esta pode ser pré-fabricada (fabricada em série), como o caso das joelheiras compradas na farmácia, ou podem ser modulares, confeccionadas diretamente sobre o paciente, por exemplo, o gesso colocado quando se quebra algum osso. As órteses são divididas também entre passivas ou estáticas, cujas funções principais são imobilização e sustentação, e dinâmicas ou ativas, que acompanham ou reproduzem movimentos do corpo.

Continue lendo...

O Laboratório de Bioengenharia da UFMG, sob a coordenação do professor de Engenharia Mecânica Marcos Pinotti Barbosa, desenvolveu uma tecnologia inédita no país: uma órtese dinâmica na forma de luva robotizada. A luva foi desenvolvida para ajudar no tratamento de pessoas com problemas nas mãos e nos punhos. O projeto da órtese funcional para mão acionada por dispositivo elétrico é um dispositivo composto por uma luva, tendões artificiais e um motor.

Como a luva funciona? O usuário contrai voluntariamente alguns músculos, os eletrodos do tendão artificial captam os sinais elétricos produzidos por esses músculos e o motor realiza o movimento de fechamento ou abertura da luva. Com o fechamento ou abertura da luva, consequentemente, acontece a abertura ou o fechamento da mão, o que permite ao usuário realizar o movimento de uma pinça. A luva robotizada é leve e de aparência discreta, ao contrário das órteses disponíveis no mercado. Os testes com a luva desenvolvida na UFMG já começaram e foram considerados satisfatórios. A tecnologia já foi patenteada pela Universidade.

Links com informações correlatas:

Notícia no Boletim UFMG 1576 sobre luva robotizada (maio/2007) Disponível em:

http://www.ufmg.br/boletim/bol1576/quinta.shtml

Página do Laboratório de Bioengenharia. Disponível em:

http://www.demec.ufmg.br/Grupos/Labbio/index.html

[x]

Pílula do Conhecimento - Marcos Pinotti

Vídeo com o pesquisador Marcos Pinotti sobre o Projeto "Construção de luva robotizada para recuperação de movimento de mãos e punhos"

- Ficha técnica

imagens

Licença Copyleft ©

Universidade Federal de Minas Gerais

Centro de Comunicação (CEDECOM) / Núcleo de Divulgação Científica (NDC)

email: imagens@ufmg.br / telefone: (31) 3409-4503