Avaliação Suplementar

Critérios para reposição de avaliação

     A resolução CEPE 09/2008, estabelece critérios para a avaliação suplementar. Após discutir o assunto em reunião, o Colegiado de Graduação em Química decidiu que não vai criar nenhuma resolução nesse sentido, pois entendemos que, se o CEPE afirma  a "impossibilidade de atendimento rotineiro a alunos da UFMG pelo Serviço de Assistência à Saúde do Trabalhador - SAST, para decidir sobre a validação de atestados médicos privados, e a impossibilidade técnica de avaliar essa validação, uma vez que, em muitos casos, os eventos registrados nesses atestados referem-se a mal-estar passageiro, ocorrido em data anterior à procura do SAST; considerando ainda a inviabilidade de a UFMG manter órgão específico para atendimento a esse tipo de demanda", consideramos que o Colegiado, menos ainda que o SAST, tem condições de avaliar esses atestados, pelos mesmos motivos e, além deles, pelo fato do Colegiado sequer ter profissionais médicos em seus quadros.                    .                 

     O Colegiado solicita aos professores que lecionam para o curso de Química que, no início de cada semestre, comuniquem aos alunos, por escrito, junto com o cronograma de atividades e avaliações,  qual será o critério de reposição de avaliação. Entendemos que os professores têm melhores condições de decidir sobre essa questão, já que têm um contato mais direto com os alunos.

      É necessário esclarecer que o SAST continua atendendo, através de encaminhamento dos colegiados, alunos com problemas de saúde que impeçam o comparecimento às aulas por períodos maiores, como casos de cirurgia, gravidez, hospitalização, doenças infecto-contagiosas, etc. Nesses casos o aluno deve solicitar ao Colegiado um pedido de perícia médica, que poderá resultar na concessão de regime especial.