Brasil – Governo Federal – Ministério da Educação

Faculdade de Medicina inaugura novo laboratório de informática

Faculdade de Medicina inaugura novo laboratório de informática

A Faculdade de Medicina da UFMG inaugurou nesta segunda-feira, 5 de agosto, novo laboratório de informática para uso nas aulas de graduação. Com 32 lugares disponíveis, o novo espaço já pode ser reservado pelos professores dos cursos da Unidade, através do sistema de reserva de salas. O horário de funcionamento é das 7h às 22h. A obra foi viabilizada com recursos do Programa de Apoio a Projetos Estruturantes de Laboratórios para o Ensino de Graduação (Paleg).

Na inauguração do espaço, o diretor da Faculdade de Medicina, professor Humberto José Alves, destacou que o trabalho de aproximar tecnologia e ensino vem sendo desenvolvido há mais de uma década, sendo iniciado pelo ex-diretor da Instituição Francisco Penna. “A partir desse trabalho de reforço tecnológico foram desenvolvidos programas e aplicativos como o laboratório de simulação, o Labsim”, frisou.

O diretor também pontuou a importância da tecnologia como complemento do ensino em sala de aula. “Essa intermediação tecnológica, as inovações são importantes para a transmissão de conhecimento, pois facilita a explicação de determinados procedimentos e conhecimentos”, comentou.

Financiamento

A obra foi viabilizada com recursos do Programa de Apoio a Projetos Estruturantes de Laboratórios para o Ensino de Graduação (Paleg), por meio de chamada lançada pela Pró-Reitoria de Graduação. O objetivo é valorizar as atividades de graduação e atender uma demanda da comunidade, com propostas de inovação no ensino.

Segundo a coordenadora do Centro de Informática em Saúde da Faculdade de Medicina, Zilma Reis, o projeto apresentado pela Instituição conseguiu a liberação de 100 mil reais para a aplicação nos laboratórios de informática. “Estamos com uma demanda não suprida, já que o número de salas com equipamentos que temos não comporta a solicitação dos departamentos”, avaliou a coordenadora.

Essa primeira obra utilizou parte da verba liberada pelo Paleg, na compra de novos equipamentos, mas Zilma afirma que o restante do recurso será usado para providenciar a modernização de outros cinco laboratórios já existentes. “O objetivo é melhorar a conexão de internet, aumentar no número de lugares e substituir os computadores antigos”, destacou.

Ainda de acordo com a coordenadora do Centro de Informática, Zilma Reis, algumas disciplinas dependem do uso da tecnologia para serem ministradas, como aquelas que trabalham com imagens digitais, envolvem epidemiologia ou bioestatística. Por isso, o novo espaço é de uso prioritário para as disciplinas de graduação dos cursos de Medicina, Fonoaudiologia e Radiologia, mas eventualmente podem ser utilizados para a pós-graduação, programas de extensão e outros cursos.

Mais informações:www.medicina.ufmg.br/cins/

(Com Centro de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da da UFMG)

Foto: Carol Morena