Brasil
< Início

Plataforma digital selecionada pelo Projeto Brumadinho UFMG permitirá acesso a informações do desastre

Publicado em: 21-11-2019

A professora da Escola de Arquitetura da UFMG, Natacha Rena, foi a primeira docente a ter sua proposta aprovada pelo Projeto Brumadinho UFMG.  A chamada de seleção foi divulgada no dia 8 de novembro (leia notícia)  e o resultado final no dia 20 de novembro. Também no dia 18 de novembro, foram lançadas 14 chamadas públicas para selecionar subprojetos. Todas ainda estão com prazo de inscrições em aberto.

Em sua proposta - aprovada pelo Comitê Técnico-Científico -, a professora apresentou um plano de construção, manutenção e alimentação de uma plataforma interativa on-line, que vai propiciar acesso a informações e documentos referentes ao desastre e aos processos judiciais em curso.

A professora Natacha Rena é mestre em Arquitetura pela UFMG e doutora em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP. Tem experiência no trabalho com plataformas digitais. Entre os projetos de extensão que coordena estão uma plataforma on-line de caráter coletivo e colaborativo, a Urbanismo Biopolítico (PUB), e a Revista Interfaces.

38411824_974843086051853_3334387608162664448_n

Professora Natacha Rena coordenará plataforma digital com subsídios sobre a tragédia. Foto: Arquivo Pessoal

Candidataram-se outros quatro docentes, de diferentes unidades: Faculdade de Medicina, Faculdade de Ciências Econômicas (Face), Instituto de Geociências (IGC) e Instituto de Ciências Biológicas (ICB)  

Fique atento ao cronograma para envio das propostas. A chamada 02, por exemplo, “Mapeamento de uso e cobertura do solo na sub-bacia do Ribeirão Ferro-Carvão” aceita propostas até a próxima quinta-feira (28). As demais têm prazos de 9 de dezembro deste ano a 25 de maio de 2020.

O projeto

Projeto de avaliação de necessidades pós-desastre do colapso da Barragem da Mina Córrego do Feijão (Projeto Brumadinho UFMG) foi formalizado há pouco mais de um mês pela Pró-reitoria de Extensão (Proex). Coordenado pelo professor Ricardo Machado Ruiz, da Face, tem o objetivo principal de auxiliar a 6ª Vara da Fazenda Pública de Belo Horizonte a identificar e avaliar os impactos decorrentes do rompimento da Barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, em janeiro deste ano. 

O público preferencial das chamadas são pesquisadores e professores da UFMG.

Outras informações podem ser solicitadas pelo email projetobrumadinhoufmg@ufmg.br.

Acompanhe também o site e redes sociais da Proex.

AV. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha - prédio da Reitoria, 6° andar - Belo Horizonte - MG/CEP 31270-901