Brasil
< Início

Instalação Livro vivo movimenta o pequeno bosque da Reitoria na 5ª Semana de Saúde Mental

Publicado em: 18-05-2017

A instalação Livro vivo ocorreu na manhã de hoje, 18 de maio, Dia Nacional de Luta Antimanicomial, integrando a programação da 5ª Semana de Saúde Mental e Inclusão Social da UFMG.

IMG_0033

Livro vivo no bosque da Reitoria - Foto: Zirlene Lemos

Cerca de 20 livros foram disponibilizados para leitura nas "prateleiras" do pequeno bosque da Reitoria, como uma biblioteca orgânica e efêmera: nela, os livros são de fato pessoas, que, em um ato de generosidade, se abrem para serem "lidas" pelo público, em suas dores e alegrias, impasses e resoluções, receios e desejos. O objetivo da ação é promover experiências de empatia não mediadas e de reconhecimento do outro em suas singularidades.

IMG_0031

Com máximo de três leitores por livro o objetivo foi potencializar a relação de intimidade entre o leitor e o livro - Foto: Zirlene Lemos

A biblioteca foi composta exclusivamente por quem vive diariamente a experiência da estigmatização, como cegos, cadeirantes, indígenas, pessoas com sofrimento mental e mulheres vitimadas pela violência doméstica, entre outros indivíduos. A instalação ocorreu em duas sessões de 40 minutos, uma às 9h e outra às 10h30, ambas com intensa participação do público:

IMG_0017

O professor Ernesto Venturini, de San Marino, sugeriu que instalação fosse montada na UFMG - Foto: Zirlene Lemos

A versão mostrada aqui é desdobramento do convênio de amplo escopo firmado entre a UFMG e a Universidade de Estudos da República de San Marino, da Itália, e é inspirada na experiência dessa universidade na atenção a pessoas que enfrentam a estigmatização. A instituição integra o movimento da Psiquiatria Democrática Italiana (PDI), pioneiro no combate aos manicômios e na campanha pela revisão dos estatutos jurídicos relativos às doenças mentais.

IMG_0025

Mesa da Thereza, intervenção da artista Thereza Portes - Foto: Zirlene Lemos

O evento também contou com a Mesa da Thereza, intervenção da artista Thereza Portes que propõe um banquete de encontros e delícias, no qual foi escrito o Livro aberto da

IMG_0021

Edmundo Caetano Veloso, representante da Associação dos Usuários dos Serviços de Saúde Mental de Minas Gerais - Foto: Zirlene Lemos

luta antimanicomial nas universidades, entre o cafezinho coado no mancebo e os biscoitinhos mineiros.

IMG_0030

Mesa da Thereza propôs um banquete de encontros e delícias - Foto: Zirlene Lemos

AV. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha - prédio da Reitoria, 6° andar - Belo Horizonte - MG/CEP 31270-901