Brasil
< Início

Educação "imparável": rede de cursinhos da UFMG cria alternativas de estudo na quarentena

Publicado em: 29-04-2020

humanizar

Aula introdutória presencial do cursinho popular Humanizar Fafich, em fevereiro de 2020. Foto: Reprodução Instagram

Plataformas de estudo e de mensagens instantâneas são as principais ferramentas para manter a preparação para o Enem e contato entre professores e alunos  

As aulas presenciais da rede de ensino estão paralisadas devido à pandemia da Covid-19, mas a data para a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) segue prevista para novembro de 2020. Pensando nisso, a rede de cursinhos populares e solidários da UFMG, que suspendeu as atividades presenciais em meados de março, se mantém ativa virtualmente para garantir a continuidade dos estudos e o cronograma de atividades oferecidas aos alunos atendidos por esses projetos.   

Em condições normais, as aulas desses preparatórios acontecem de maneira presencial, dentro dos campis da UFMG, e são ministradas por professores voluntários – que são estudantes da própria Universidade selecionados no âmbito dos projetos. Agora, ao invés das salas de aula, os alunos desses cursinhos passaram a contar com o suporte a distância desses professores, que buscam em suas abordagens a manutenção da qualidade dos planos de ensino.  

Pró-imigrantes 

O Pró-imigrantes, da Faculdade de Letras, está com inscrições abertas para aulas gratuitas, que são voltadas a estudantes imigrantes e refugiados que se preparam para o Enem. Administrado pelo Grupo de Estudos Cognição, Ensino para Imigrantes e Refugiados (Geceir), o projeto está oferecendo aulas virtuais pelo Whatsapp e pela plataforma Google Classroom até que a pandemia acabe. As inscrições podem ser solicitadas pelo endereço proimigrantes@gmail.com ou Whatsapp (31) 99345-5200

De acordo com a professora Luciane Corrêa Ferreira, líder do Geceir, “após consulta realizada com os alunos já matriculados, o aplicativo de mensagens WhatsApp foi escolhido como plataforma para troca de informações, já que se trata do único modo de que todos os matriculados dispõem para acesso ao conteúdo”. Acompanhe o projeto pelo Instagram do Geceir.

Face Educa 

Com as aulas presenciais paralisadas, o Face Educa – cursinho popular da Faculdade de Ciências Econômicas – passou a publicar vídeo-aulas e aulas ao vivo em seu canal no YouTube. Todo o conteúdo está disponível para qualquer interessado, em todo o Brasil. Além disso, os alunos já matriculados no curso podem ter suas redações corrigidas, gratuitamente, ao utilizar a plataforma Imaginie – considerada uma das principais plataformas de ensino e correção de redação. Conheça as novidades do FaceEduca no Facebook ou Instagram do projeto. Veja também vídeo produzido pela TV UFMG.   

Humanizar Fafich 

O cursinho Humanizar disponibilizou para seus alunos uma conta gratuita na plataforma Descomplica – site repleto de vídeo-aulas e com conteúdo sobre o Enem. Além disso, todo o material de estudo está disponível no Whatsapp e no Google Drive do preparatório. Para uma maior assistência, o Whatsapp é usado para que os alunos possam solicitar um atendimento individual com os professores do cursinho.  

Para os alunos que gostam ou têm mais dificuldade em Biologia, o Humanizar mantém um perfil dedicado a postagens sobre essa disciplina. Atualmente, o coronavírus tem sido tema das publicações. Confira no Instagram.

Cursinho Guimarães Rosa 

O cursinho popular Guimarães Rosa (CPGR) é administrado pela Faculdade de Medicina da UFMG. Desde que a pandemia começou, o CPGR optou por compartilhar os materiais de estudo com os alunos por meio da plataforma Google Sala de Aula (Google Classroom). Assim, professores e alunos mantêm seu cronograma de aulas. As dúvidas e questões são sanadas nos grupos de Whatsapp, criados pelos professores. Veja mais ações no Instagram do CPGR.

Leia também:

Extensão da UFMG se reinventa em tempos de isolamento imposto pela Covid-19

AV. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha - prédio da Reitoria, 6° andar - Belo Horizonte - MG/CEP 31270-901