Brasil
< Início

Desastre de Brumadinho: publicadas novas chamadas para reparação dos danos

Publicado em: 20-05-2020

Brumadinho, após o desastre - projetos sobre população, água, solo e fauna (Isac Nobrega Reuters)

Brumadinho, após o desastre - projetos da UFMG sobre população, água, solo e fauna (Isac Nobrega Reuters)

O projeto de extensão Brumadinho UFMG lançou na quarta-feira, dia 20 de maio de 2020, chamadas com objetos distintos para a seleção de subprojetos. O objetivo é selecionar 17 propostas com vistas à avaliação e reparação dos danos provocados pelo rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, ocorrido em janeiro de 2019. 

As chamadas contemplam diversas áreas e têm como público preferencial pesquisadores e professores da UFMG. As propostas deverão conter a descrição das etapas e atividades de execução, sequência e cronograma, despesas, aquisição de equipamentos e serviços, programação de entrega de relatórios parciais, finais e a definição de indicadores de cumprimento de atividades e fases.

As propostas com seus documentos complementares deverão ser enviados para o e-mail projetobrumadinhoufmg@ufmg.brde acordo com as condições e prazos exigidos nas chamadas, que estão disponibilizadas no site do projeto Brumadinho UFMG

Para informações sobre chamadas encerradas, clique aqui. 

O projeto

O projeto Brumadinho UFMG foi lançado em novembro de 2019. Ele tem como objetivo principal auxiliar o Juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Belo Horizonte com estudos e pesquisas que permitam identificar e avaliar os impactos decorrentes do rompimento da Barragem I da Mina Córrego do Feijão. 

Os objetivos específicos são: identificar e avaliar as necessidades emergenciais dos impactos socioeconômicos, ambientais, na saúde, na educação, nas estruturas urbanas, no patrimônio cultural material e imaterial e nas populações ribeirinhas, dentre outros impactos, em escala local, microrregional, mesorregional e regional; e apresentar as necessidades de recuperação e reconstrução em Relatório de Avaliação Consolidado e desenvolver Plano de Recuperação. No dia 1º de novembro de 2019, o projeto foi apresentado à comunidade (veja a apresentação do projeto).

Comitê Técnico-Científico   

O Comitê Técnico-Científico do Projeto Brumadinho-UFMG é responsável por elaborar chamadas públicas para seleção de Subprojetos de pesquisa e extensão e supervisionar a sua implementação e execução para consecução dos objetivos gerais e específicos.

O Comitê Técnico-Científico do Projeto Brumadinho-UFMG coordenará as ações desenvolvidas para avaliação dos impactos do rompimento da Barragem I da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho. As atividades serão divididas conforme concepção do Comitê Técnico-Científico do Projeto Brumadinho-UFMG e realizadas mediante seleção de Subprojetos em “Chamadas” que tenham pertinência com os objetivos constantes no Projeto Brumadinho-UFMG.

O desastre  

Em 25 de janeiro de 2019, a Barragem I da Mina “Córrego do Feijão”, pertencente à mineradora Vale S.A., se rompeu em Brumadinho. Além das perdas humanas registrou-se uma série de consequências e impactos pessoais, sociais, ambientais, econômicos e em patrimônios por longa extensão territorial, em especial na Bacia do Rio Paraopeba. 

AV. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha - prédio da Reitoria, 6° andar - Belo Horizonte - MG/CEP 31270-901