Brasil
< Início

Move recebe textos de ciência e de literatura da UFMG a partir deste sábado

Será a primeira vez que os projetos Ciência para Todos e Leitura para Todos circulam no sistema de transporte expresso de Belo Horizonte
Neste final de semana (10 e 11 de junho) os textos produzidos pelas equipes dos projetos de extensão Ciência para Todos e Leitura para Todos chegam também aos passageiros do Move, Sistema de Transporte Rápido por Ônibus de Belo Horizonte. Desde 2011, os projetos compartilham a produção de pranchas laminadas que disponibilizam informações científicas e literárias, em frente e verso, nos bancos de ônibus de várias linhas da cidade. Todos os textos estão disponíveis na internet, no endereço eletrônico do projeto no site www.ufmg.br/ciencianoar.

adlane_medium

Professora Adlane Vilas-Boas, coordenadora do Ciência para todos - Foto: arquivo

“Finalmente, com apoio da BHTrans, agora também poderemos atender aos leitores do Move”, comemora Adlane Vilas-Boas, professora do departamento de Biologia Geral do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG e coordenadora do projeto Ciência para Todos. “A opção pelo Move se deu a pedido dos próprios usuários”, observa.
Ainda segundo ela, a resposta ao projeto tem sido muito positiva em eventos científicos e de popularização da ciência, e pesquisas com os usuários de ônibus mostram que eles também avaliam muito bem o projeto.

00000

Será a primeira vez que o textos vão circular no 'Move' - Foto: reprodução internet

Os textos científicos, ilustrados por alunos do curso de Artes Visuais da UFMG, incluem produções de alunos da disciplina Laboratório de Comunicação Científica da UFMG e também de outros pesquisadores que colaboram com o projeto. Os textos literários e poéticos foram selecionados pela professora Maria Antonieta Pereira, da Faculdade de Letras da UFMG, que lançou o projeto “Leitura para Todos”, ainda em 2004, iniciando esse processo.
 

Mutirão
A instalação dos dispositivos nos ônibus será feita na madrugada de hoje, para sábado, do dia 9 para o dia 10 de junho, nas garagens dos veículos, em regime de mutirão, por estudantes voluntários e bolsistas do projeto. Quem vai às garagens pela primeira vez é a estudante de publicidade Alice de Freitas, que manifesta seu entusiasmo: “É muito gratificante poder participar de um projeto tão importante, que traz um pouco de cor e de ciência ao dia a dia de quem utiliza o transporte público de Belo Horizonte”, afirma.

AV. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha - prédio da Reitoria, 6° andar - Belo Horizonte - MG/CEP 31270-901