Mostra Virtual das Profissões

Universidade Federal de Minas Gerais

Confira as Videopalestras e outras informações dentro da página de cada curso

Estudei na Escola de Engenharia da UFMG em e formei em Julho de 1979.
Nosso Paraninfo foi o Henfil. Era a anistia que chagava ao Brasil e ele compareceu à cerimônia de formatura de calça jeans, camiseta branca e sua barba de sempre. Sentado à mesa das autoridades, quando nos viu entrar disse algo como: “Ver vocês entrando visualizo nossos irmãos exilados voltando ao Brasil”.
Enquanto estudante tive o privilégio de partilhar a companhia de pessoas especiais, vários de meus colegas, dos quais tenho o privilégio da amizade.
Meu foco foi na área de Estruturas. Para mim, ali estava a parte mais  atraente da Engenharia. Disto nasceu um ideal de trabalhar com projetos.
O orgulho de estudar da UFMG se moldava diante da história dos grandes profissionais que ali se formaram, excelentes professores, e, alunos de primeira linha, cuja inteligência desafiava.
Desde o 2º ano fiz estágios em empresas de projetos (Projetos da Açominas e Vale) e construtora (obra do Mineirinho, Via Expressa Leste Oeste e escritório de orçamentos).
Me formei e fui trabalhar em obras de expansão da Usiminas em Ipatinga, por pouco tempo, pois, no dia do meu casamento, recebi proposta para trabalhar na empresa de projeto na qual havia feito estágio. Por lá fiquei por um ano e voltei para a construção pesada, descobrindo aí minha verdadeira paixão.
A variedade de possibilidades da Engenharia em suas diversas especialidades me atraíram. Grandes obras, com seus desafios técnicos e de gestão passaram a ser o que me motivava.
Daí, nestes trinta e dois anos de formado, posso dizer que ajudei a construir algumas das grandes obras deste país, entre elas: Ferrovia do Aço, Barragem do Rio Juramento (COPASA), Via Expressa Leste Oeste (DER-MG), recuperação do pavimento da BR-262 (DNER),Usina Hidrelétrica de Serra da Mesa (FURNAS), Usina Hidrelétrica de Guilman-Amorim, Usina Hidrelétrica de Porto Estrela (COTEMINAS, VALE E CEMIG), Estação de Tratamento de Esgoto do Onça (COPASA), Estação de Tratamento de Águas do Rio das Velhas (COPASA), Usina Nuclear Angra III (ELETRONUCLEAR), Programa Luz para Todos (CEMIG).
Entre várias funções, Calculista, Engenheiro de Produção, Chefe de área de Engenharia, Gerente de Obra, Superintendente de Obras e Diretor de Engenharia, fui também empresário da Construção Civil.
Hoje sou executivo da Andrade Gutierrez, empresa de 1ª linha, de cujos quadros tenho orgulho de pertencer.
De 1979 a 2003 o Brasil viveu um período turbulento em sua economia onde a capacidade de investimento do estado ficou comprometida pelas dívidas e alta inflação.
Hoje o Brasil é outro. Com a economia ajustada veio forte crescimento, e com ele uma forte demanda por engenheiros.
Estamos na era da inovação, e neste ambiente, abriram-se as portas para infinitas possibilidades. A consciência ecológica e social, o poder das tecnologias da informação, o crescimento tecnológico em todas as áreas do conhecimento numa velocidade cada vez maior, moldam um novo mundo com grandes esperanças e grandes desafios.
Caros futuros colegas, este é o cenário que se lhes apresenta.
Boa sorte!

( Henrique Motta Carneiro - Engenheiro Civil - Andrade Gutierrez)

Anterior Próximo

Informações: (31) 3409-4408
(31) 3409-4409

Site desenvolvido pelo Núcleo Web do Centro de Comunicação da UFMG

© 2011 - Universidade Federal de Minas Gerais